4 Comportamentos estranhos dos cães

É claro que você já olhou com desaprovação ou surpresa em relação a algumas das "peculiaridades" ou hobbies do seu cão. Você sabe por que às vezes ele se comporta assim?

1. Perseguir a própria cauda

Ver um cão perseguindo o próprio rabo muitas vezes é engraçado. No entanto, se este comportamento se repete regularmente, ele pode ser irritante. Isto começa enquanto ainda são filhotes e ainda não são conscientes de que a cauda pertence a eles.

Quando um cão persegue sua cauda, isto também pode estar relacionado a um problema de dermatite ou pulgas. Outros fazem isso por simples tédio ou porque estão muito estressados. Isto pode se transformar num comportamento obsessivo-compulsivo.

Par prevenir, além de certificar-se de que seu cão está vermifugados corretamente, é importante que seu cão faça bastante exercício. Quando ele perseguir a cauda, tente chamar a atenção para outra coisa, como um brinquedo.

2. Tentar montar outros cães ou pessoas...

Normalmente, é um momento de constrangimento quando seu cão vai até outro cão num parque e tenta montá-lo. Mas ainda mais raro é quando ele tenta fazê-lo com alguém que está visitando a sua casa.

Embora isto muitas vezes seja associado com a excitação sexual, este comportamento não se limitada a esse campo. É um hábito que pode ocorrer em machos castrados e até mesmo com fêmeas.

Cães isolados e entediadas podem desenvolver esse comportamento. Há também alguns que o fazem para controlar outros cães (ou pessoas) ao redor.

Isto pode se tornar um comportamento obsessivo-compulsivo.

Entre as soluções, certifique-se de que seu cão receba estímulos suficientes (rotinas, exercício, socialização...), castre o animal ou consulte um treinador de cães, conforme apropriado.

3. Coprofagia

Coprofagia é quando seu cão come seu cocô, ou o de outros animais. Para nós isto é incompreensível, mas o fato é que há várias razões pelas quais seu cão come suas fezes, ou as de outro animal.

As cadelas comem as fezes de seus filhotes não só por higiene (quando os filhotes ainda não andam), mas como uma forma de sobrevivência. Na natureza, o cheiro de fezes pode indicar para um predador onde há uma ninhada de cachorros desamparados.

Além disso, os filhotes nascidos ou criados em criadores, abrigos superlotados ou gaiolas podem ter curiosidade em relação ao cheiro e desenvolver esse hábito.

Outra causa, e que podemos prevenir, é uma dieta pobre. Se seu cão não receber nutrientes suficientes, ele vai procurar uma outra fonte de "alimento".

Finalmente, por alguma razão,** os cães gostam cocô de gato**. Se você tem um gato, tente manter sua caixa de areia longe do seu cão, porque ele provavelmente não conseguirá resistir.

Verifique se o seu cão tem uma dieta equilibrada e tentar mantê-lo em um ambiente limpo.

4. Roçar em coisas fedidas

Acontece quase sempre: toda vez que seu cão percebe um cheiro desagradável, ele corre para se esfregar. Se for um animal morto, melhor ainda. Os estudos dizem que ele faz isso para camuflar o seu próprio cheiro.