Como fazer para habituar o seu animal de estimação a mala de transporte ?

A caixa de transporte para cães ou jaulas** podem ser um recurso muito valioso para muitos proprietários em determinadas situações**: evitar estragos em casa quando o cão ficar sozinho, ao viajar com os nossos animais de estimação no carro ou no transporte público e ao levar o nosso cão ou gato ao veterinário.

No entanto, o importante é que o nosso animal de estimação se sinta a vontade e descontraído dentro da caixa ou da jaula de transporte. Caso contrário, ele nem se quer vai querer ver este acessório pois não vai ficar contente quando ele for para o seu interior.

Se o seu animal de estimação nunca esteve em contacto com a caixa de transporte, é mais fácil e rápido de o habituar a ele. Além disso, os cães e os gastos têm a costume de estar em lugares semifechados ou em penumbras porque estes parecem-se a uma cova ou toca.

Para conseguir que o seu cão e gato se habituem a jaula ou caixa de transporte e não o associem com algo mau siga estas três simples indicações:

  1. Coloque-o num lugar da casa a caixa de transporte desmontada ou a jaula dobrada. Desta forma o primeiro contacto do nosso animal de estimação com estes elementos será menos forte e ameaçador. Deixe que se aproxime sozinho a eles e anime-o quando o fizer: diga-lhe "muito bem!" com voz doce e dê-lhe alguma recompensa.

Se ele tiver dificuldades para se aproximar não o obrigue (em especial quando se trata de um felino), porque poderia gerar medo por causa da caixa de transporte. Em vez disso, chame a atenção dele com o seu brinquedo favorito ou snacks de cães que ele goste imenso, encoraje-o a chegar até a caixa de transporte e dê-lhe assim que ele estiver perto.

Em princípio, esta fase é muito rápida e em apenas 2 dias o seu animal de estimação já estará habituado e se aproximará sem problemas.

2. A seguinte fase é parecida a anterior mas com a caixa e a jaula de transporte montadas. Além disso, em esse momento é importante que a porta não se feche, pelo que a pode retirar por agora, ou bem ata-la a um lado dos laterais usando um cordel.

Como anteriormente, espere até que o seu gato ou cão entrem sozinhos para dentro. Reforce cada aproximação e cada entrada com recompensas e com voz encorajadora. Uma vez dentro, pode dar-lhe uma sessão de massagens para lhe causar uma boa impressão do lugar e conseguir que o associe com uma zona de relax. Nas primeiras vezes que entre enche-o de elogios e dê-lhe muitas recompensas.

Se tiver problemas para se aproximar tente pôr perto da caixa de transporte a comida. Cada dia achegue um pouco mais o comedouro até ser capaz de comer dentro. Também pode brincar com o seu animal de estimação nas proximidades da caixa de transporte e pouco a pouco comece a atirar-lhe o brinquedo dentro para que o procure lá.

3. Finalmente, deve habituá-lo a estar dentro com a porta fechada. Quando for capaz de entrar e sair sem problemas, comece então por fechar a porta durante um instante, abra-a imediatamente e dê-lhe uma recompensa. De forma progressiva, vá aumentando o tempo de encerramento da porta e ao mesmo tempo encoraja-o ao dar os snacks através da porta. Esta é geralmente a fase mais difícil, por isso deve ter paciência com o seu animal de estimação.

Em conjunto com estas indicações, algumas das recomendações importantes são:

  • Encorajar cada interação positiva do seu animal de estimação relacionada com a caixa de transporte: aproximação, entrada no interior...
  • Evitar qualquer barulho, susto ou pancada quando estiver no interior ou perto da caixa de transporte, pois isso poderia criar-lhe um sentimento de medo associado a este objeto.
  • Não o coloque dentro à força nem o obrigue a permanecer muito tempo no seu interior ao princípio. Isto é especialmente importante no caso dos gatos.
  • Pode utilizar como ajuda as feromonas artificiais que se vendem para os gatos e cães.
  • Se já estiver no interior da caixa de transporte com a porta fechada e começa a chorar ou a miar, não lhe abra imediatamente pois estaria então a favorizar esses comportamentos para conseguir sair. Deve esperar que deixe de fazer barulho antes de lhe abrir. Em qualquer caso, siga estas dicas e se o fizer pouco a pouco, não deveriam aparecer estes problemas.

Como pode ver é bastante simples habituar ao nosso cão ou gato a entrar para a caixa ou jaula de transporte e permanecer no seu interior, sobre tudo se nunca tiveram contacto com isto antes. Se já tivessem vivido experiencias negativas, o processo a seguir será idêntico mais vai levar mais tempo e devera ter mais paciência.

Lembre-se que habituar o seu animal de estimação desde o início a ficar dentro de uma caixa ou jaula de transporte tem muitas vantagens quando viajar, pode mante-lo controlado quando sair de casa ou visite o veterinário, mas sempre deve dar uma boa impressão destes elementos desde o começo para que em vez de se sentirem mal, se sintam a vontade e descontraídos.

Borja Ros Villanueva, veterinario e etólogo em Adetcan.