Meu cachorro tenta vomitar mas não consegue

Seu cachorro faz como se fosse vomitar, mas não sai nada? Ele tem náuseas, mas não produz vômitos e apenas cospe saliva um pouco? Se seu cachorro parece como se algo está preso na garganta, você tem que saber como reagir, saber as doenças que estão associadas com este sintoma e quando um caso é grave ou não.

Em geral, recomendamos que trate esta situação como se fosse uma emergência. Neste artigo vamos explicar as causas mais comuns pelas quais a vontade de vomitar e não conseguir ocorre no cão, também pode fazer sua pergunta para nossos veterinários online, mas é melhor visitar urgentemente o especialista.

Meu cachorro faz como se quisesse vomitar

A primeira coisa que você tem que se preocupar se o seu cão quer vomitar, mas não consegue, é se ele está sofrendo uma torção gástrica. Esta doença exige sua intervenção imediata, porque pode causar a morte de seu amigo em poucos dias. Podemos estar falando de uma torção gástrica quando ele comeu demais e, então, fez muito exercício logo em seguida, não comendo ou bebendo mais nada depois disso e tentando vomitar sem produzir resultados.

O que lhe aconteceu é que seu estômago dilatou e logo se torceu. Isto é causado por uma ingestão maciça de oxigênio ao comer o alimento depressa seguido de exercício extremo. O problema é que ele não engole nem vomita e isso o acabará matando-o se nada for feito para remediar a situação.

A torção gástrica se manifesta por esses sintomas e por um abdômen duro ao toque. De qualquer forma, sempre que ver o animal nesta cadeia de eventos, leve-o rapidamente ao veterinário. A fim de evitar que isto aconteça, você deve acostumar o animal a comer pouco a pouco e a respeitar os descansos logo após as refeições.

Meu cachorro quer vomitar, mas nada sai

Além disso, por causa da torção gástrica, é possível que seu cão não esteja tentando realmente vomitar, mas tentando mover os músculos na garganta para cuspir algo que está preso ali. Você deve ter uma reação rápida a isso e saber como realizar a manobra de Heimlich em seu cão.

Se for um cão de raça pequena, erga-o no ar pelas pernas traseiras e agite suavemente, pois isso irá ajudá-lo. Se você não pode fazer isso, envolva sua cintura com os braços e empurre para frente. Como último recurso, lhe dê golpes secos na barriga para ajudá-lo a cuspir. Use esses métodos se o seu cão estiver calmo, caso contrário não perca tempo e visite seu veterinário.

Para impedir que isso aconteça você tem que ter cuidado com o que entra pela boca do seu cão. Para que ele aprenda, seja firme quando quiser comer alguma coisa da rua, diga não de maneira seca e cortante e recompense-o com algo saboroso ou com um afago. Assim, pouco a pouco, entenderá que você não fica feliz quando ele faz aquilo e ele cessará de tentar.

Meu cachorro está engasgando, mas não vomita

Existem cães que herdam tendências coprofágicas porque veem como suas mães comem o cocô no seu ambiente para limpar seus ninhos, então você tem que ter paciência e corrigir esse comportamento gradualmente. Sabemos que é mais fácil dizer que fazer, por isso, convidamos você a entrar em contato com nossos etólogos para ensiná-lo a corrigir esta atitude.

Caso não seja uma torção gástrica ou que não tenha algo engasgado, pode ser que o que ele tenha é uma irritação na garganta. Seu cachorro vai pensar que pigarreando irá aliviar a dor dele, mas só vai piorar. Ele também pode ter alguma lesão em seu estômago por comer algo que não devia e que fez com que ele se engasgasse.

Para ficar mais calmo, entre em contato com nossos veterinários online. Teremos o maior prazer em dar dicas para seu cão parar de ter esse comportamento, levando em conta aquilo que você nos diz que está acontecendo com ele.

Quando você levar seu cachorro ao veterinário, ele irá primeiro descartar uma possível torção gástrica. Depois disso, ele verificará se não tem nada em sua traqueia ou qualquer irritação. Ele irá examiná-lo e avaliar se essas ânsias podem ser devido a outras doenças, se forem estomacais ou de outra fonte. Faça todas suas perguntas sem compromisso, mas temendo que isso seja um caso de torção, recomendamos visitar o seu veterinário urgentemente para realizar a intervenção o mais rápido possível.